Natureza da instituição e o seu contexto

pexels-joshua-mcknight-1139317.jpg

Criada em 1990, a Escola Profissional da Santa Casa de Faro, hoje denominada Escola Profissional D. Francisco Gomes de Avelar da Santa da Misericórdia de Faro (EPDFGA) é uma instituição de natureza privada, que prossegue fins de interesse público e goza de autonomia pedagógica, administrativa e financeira, cultural, científica e tecnológica, encontrando-se sob a tutela pedagógica do Ministério da Educação e a funcionar com Autorização Prévia de Funcionamento (APF n.o 31). A origem da sua criação esteve subjacente a um contexto paradigmático favorável e potenciador do aparecimento de novos dispositivos de formação e de introdução de alterações radicais ou pelo menos significativas, nos sistemas existentes.

 

A Santa Casa da Misericórdia de Faro (SCMF) criou a Escola Profissional porque se fazia sentir a necessidade de quadros técnicos intermédios, devidamente qualificados, para otimizar o atendimento a crianças e a idosos.
 

Esta iniciativa foi inovadora, pois a Escola Profissional da Santa Casa foi o primeiro estabelecimento de ensino a proporcionar formação a auxiliares nas áreas da Infância e da Geriatria, com a abertura dos cursos de Animador Social/Assistente de Geriatria e de Técnico Auxiliar de Infância. É também nesta medida que a Escola desenvolve um processo social que não se esgota na formação qualificada de cada um dos jovens, seus alunos, mas antes, integra uma ambição de decidida participação no desenvolvimento social da comunidade em que se insere.